Praticando Matemática - 6º ano - Manual do professor - page 26

26
M A N U A L D O P R O F E S S O R
Dizemos então: ‘8 e 9 fazem 17’, escrevendo 7 na coluna que foi somada, e carregando o 1
(pois quando há dois algarismos em um lugar, sempre escrevemos o de ordem mais baixa e
carregamos o outro para o lugar seguinte de ordem mais alta). Este 1 nós agora somamos a
3, fazendo 4, e este a 5, fazendo 9, que é escrito na coluna da qual veio. Os dois números
juntos fazem 97.
Segundo Autor:
...suponha que você conheça dois números, e deseje ou tenha necessidade de ter a sua
soma, de conhecer o número que se pode formar juntando um ao outro – o número total
de coisas que você sabe existir de uma vez, primeiro em um desses números, em seguida no
outro desses números.
Suponha, por exemplo, que você tenha 13 coisas em um lugar, e 26 em um outro, e que
queira saber quantas tem ao todo, e, para isso, tomar a soma desses dois números, juntar
26 e 13.
Você vê, à primeira olhadela, que 13 é 1 dezena e 3 unidades: que 26 é 2 dezenas e
6 unidades; você sabe que 3 unidades e 6 unidades são 9 unidades; que 1 dezena e 2 deze-
nas são 3 dezenas; os dois números encerram, portanto, 9 unidades e 3 dezenas; sua soma
é, pois, 39. Quaisquer que sejam os dois números, você pode usar o mesmo meio, e conhe-
cendo a soma das unidades, das dezenas, das centenas que os dois números contêm, você
conhecerá sua soma.
Suponha, por exemplo, que você queira juntar 135 a 643, ou 2 345 a 3 621. Você verá
que os dois primeiros números reunidos encerram oito unidades, sete dezenas e sete cente-
nas; sua soma será 778. Você verá que os dois segundos números reunidos contêm seis uni-
dades, seis dezenas, nove centenas e cinco milhares; sua soma será, portanto, 5 966.
Se juntasse assim, um ao outro, números compostos de um número maior de algarismos,
você perceberia logo que a necessidade de conservar na memória a soma das unidades, das
dezenas, das centenas quando tiver chegado aos milhares, por exemplo, exige uma atenção
fatigante, e que se ela lhe faltar, você será obrigado a recomeçar a operação. Mas para fazê-
-la mais facilmente, você só tem que escrever um sob o outro os números que quer juntar,
colocando as unidades embaixo das unidades, as dezenas embaixo das dezenas, as centenas
em baixo das centenas. Você dirá em seguida: 5 e 3 são oito, escrevo 8; 3 e 4 são 7, escre-
vo 7; 1 e 6 são 7, escrevo 7; a soma é, então, 778. 135 mais 643 igualam 778.
Da mesma forma, você dirá: 5 e 1 são 6, escrevo 6; 4 e 2 são 6, escrevo 6; 3 e 6 são 9,
escrevo 9; 2 e 3 são 5, escrevo 5. A soma é, portanto, 5 966; 2 345 mais 3 621 igualam 5 966.
Fórmula da operação
1 3 5
2 3 4 5
6 4 3
3 6 2 1
7 7 8
5 9 6 6
PRATICANDO MATEMÁTICA 6º ANO – PNLD 2014
7ª PROVA
PMR6_MP_001_051_comum.indd 26
3/28/13 9:15 AM
1...,16,17,18,19,20,21,22,23,24,25 27,28,29,30,31,32,33,34,35,36,...112
Powered by FlippingBook